Prefeitura Municipal de São Domingos do Prata

Você sabia?
Imprimir Email

Institucional

História

por Acom/PMSDP

09/02/2012 10:00

O território do atual município de São Domingos do Prata era constituído de densas florestas habitadas pelos índios botocudos. O primeiro desbravador foi Domingos Marques Afonso que obteve sesmaria de terra fértil e convidativa para a atividade agrícola. Após a ocupação e iniciada a exploração do terreno, o desbravador se viu perdido em plena floresta, onde permaneceu vários dias, alimentando-se de frutas e raízes. Sem esperança de se salvar, esperava ser morto pelos índios e animais ferozes. imbuído do espírito religioso, gravou seu pensamento em uma raíz de sapoquema, fazendo uma promessa pela intercessão do seu homônimo, São Domingos de Gusmão, que doaria um patrimônio no lugar onde se achava plantada a sua roça de milho. pelo seu esforço e ajudado pela fé, conseguiu chegar são e salvo a sua casa. Este fato se deu em 1.758 e, em 1.870, a inscrição na raiz de sapoquema foi encontrada por Severiano Costa Lima e confirmada pelas narrações de pessoas que conviveram com Domingos Marques Afonso. "Aquí passei uma noite às claras, esperando o momento de ser atacado pelos Bugres e pelas onças ou ser picado por uma cobra venenosa. 23 de março de 1.758, Domingos Marques Afonso.

Em 1.760, Domingos Marques Afonso e Antônio Alves Passos deram início a construção da capela dedicada a São Domingos Gusmão, onde hoje se ergue a Igreja Matriz de São Domingos do Prata, topônimo formado pelo Santo Padroeiro e completado pela alusão ao Rio da Prata que banha a cidade, denominação esta já existente desde a formação do arraial por pessoas que acorreram à região em busca de terras férteis para cultivar. Assim, quem nasce em São Domingos do Prata, denomina-se "Prateano".

Formação Administrativa

O distrito foi criado em 20-07-1843, pela Lei Provincial nº 247, sendo o arraial elevado a categoria de vila, já com o nome atual de São Domingos do Prata. Em 01-03-1890, pelo Decreto 23, a vila foi elevada à categoria de cidade, criando-se o município que era composto dos seguintes distritos: São Domingos do Prata, São Miguel do Piracicaba, desmembrado do município de Santa Bárbara; Sant'ana do Alfié e Dionísio, desmembrados do município de Itabira, e Vargem Alegre, desmembrado do de Mariana. Pelo Decreto nº 126 de 29-09-1890, voltou o distrito de São Miguel de Piracicaba a incorporar-se ao município de Santa Bárbara.

A sede municipal foi instalada em 1891 pela Lei nº 45 de 02-03 do mesmo ano, sendo posteriormente criados três novos distritos: Ilhéus do Prata, por decreto de 09-04-1891 e os de Babilônia e Santa Izabel do Prata por Lei Municipal de 06-06-1901, confirmados em sua criação pela Lei nº556 de 30-08-1911. As denominações destes distritos foram mudadas para Marliéria e Juiraçú, respectivamente.

Pelo Decreto nº 148 de 17-12-1938 foi criado o distrito de Jaguaraçú. Pela Lei nº 1085 de 08-10-1929 foi criado o distrito de São José do Goiabal. Pela Lei nº 1058 de 31-12-1943 foi mudado o nome do distrito de Vargem Alegre para Vargem Linda. Pela Lei nº 336 de 27-12-1948, foi o distrito de Dionísio elevado a município e criado os distritos de Cônego João Pio e Juiraçú, integrante do município de São Domingos do Prata. Pela Lei nº 1039 de 12-12-1953, foram elevados a municípios os distritos de São José do Goiabal, Marliéria e Jaguaraçú. Dessa forma o município ficou composto dos seguintes distritos: São Domingos do Prata, Cônego João Pio, Ilhéus do Prata, Juiraçú, Sant'ana do Alfié e Vargem Linda.

Formação Judiciária

A comarca de São Domingos do Prata foi criada pela Lei nº 11 de 13-11-1891 e instalada em 10-03-1892.

Designação do Munícipe

Pratiano

Distritos

Cônego João Pio, Juiraçú, Santana do Alfié, Ilhéus do Prata e Vargem Linda.



 



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página